O sabugueiro (Sambucus nigra) pertence à família das Caprifoliáceas.

 

Encontra-se quase sempre na forma de arbusto ou árvore pequena, de três a seis metros de altura. O tronco possui uma casca parda e acinzentada, quebradiça, nodosa, de odor desagradável. As ramas são redondas, aos pares, uma em frente da outra e estão cheias de uma polpa espessa e branca. Os frutos são bagas de cor negra, violeta, redondas.

 

Os cimos cortam-se à tesoura e colocam-se em cestos, estendendo-se depois numa só camada sombrio para secarem. Depois de bem secas, as flores apresentam um tom de marfim e soltam um forte aroma. Devem-se guardar as flores em recipientes isolados do ar porque absorvem com facilidade a humidade e apodrecem.

 

As bagas secas guardam-se em saquinhos pendurados ao ar ou em latas fechadas. Colhem-se as folhinhas dos talos, evitando toda a pressão. Estendem-se numa única camada para secar, num lugar bem ventilado. Guardam-se em saquinhos.




A utilização do sabugueiro para fins medicinais, culinários e cosméticos era já conhecida dos povos pré-históricos e tornou-se muito popular entre os gregos e os romanos. O sabugueiro é uma árvore com propriedades reconhecidamente medicinais, podendo utilizar-se tanto as flores frescas, como secas (mais saborosas), as bagas e até mesmo as folhas, sendo estas as menos utilizadas.


Nas folhas do sabugueiro encontra-se o glicósido samburigina-amigdalina (e emulsina), o qual dá lugar à glicose, o óleo de amêndoas amargas (benzaldeído) e o ácido cianídrico (HCN). As flores têm, além disso, pequenas quantidades de amigdalina, saponinas, óleo essencial e éter. Na casca, encontra-se uma resina de efeito drástico e, nas bagas pretas, tirosinas com abundância de vitaminas A, D e C. São mais ricas em vitaminas B do que qualquer outra variedade. As bagas contêm, além disso, ácidos málico-tartárico, valeriânico, tânico, óleo essencial, simburigrina-amigdalina, solina, resinas, hidratos de carbono, glicose e um pouco de albumina.

 

As flores são anti-inflamatórias e diaforéticas, muito úteis em infusões para reduzir a febre, promovendo a sudação, aliviando a tosse e várias infeções do tórax. Ao estimularem a excreção de urina, ajudam a eliminar toxinas do organismo, sendo, portanto, úteis em casos de arterite, reumático e gota. São também muito eficazes em casos de sinusite aguda e muito utilizadas em conjunto com outras plantas no combate a gripes e constipações (junta-se, por exemplo, ao milfólio e à hortelã pimenta em partes iguais para obter um excelente chá de Inverno).

 

As flores do sabugueiro são ricas em óleos essenciais que contêm ácido lanoleico, esteroides, flavonoides, rutina, açúcar e pectina. Ajudam a proteger as mucosas da garganta, aumentando assim a resistência às infeções, ajudando até em casos de dores de ouvidos associadas a constipações. Os bioflavonoides ajudam a melhorar a circulação.

A infusão das flores em vinagre, pode ser utilizada em gargarejos contra dores de garganta e amigdalites. Esta pode ser também utilizada em compressas para tratar conjuntivites e aftas. As flores são ainda utilizadas na conservação das maçãs, quando colocadas em camadas alternadas com as maçãs e fechadas numa caixa de cartão.

 

Em relação às bagas ou frutos que surgem logo após a floração e são de um roxo escuro, quase preto, estas contêm açúcar, ácidos de fruta, vitaminas A e C e bioflavonoides. As suas propriedades, são ligeiramente laxantes, mas também antidiarreica e com elas faz-se um xarope que ajuda a combater tosses e constipações, sendo assim uma bebida saborosa e rica em vitaminas.




A utilização do sabugueiro para fins medicinais, culinários e cosméticos era já conhecida dos povos pré-históricos e tornou-se muito popular entre os gregos e os romanos. O sabugueiro é uma árvore com propriedades reconhecidamente medicinais, podendo utilizar-se tanto as flores frescas, como secas (mais saborosas), as bagas e até mesmo as folhas, sendo estas as menos utilizadas.


Como alimento, o sabugueiro é muito apropriado para sobremesas e compotas e pode conservar-se como sumo, geleia e seco.


Leave a Reply

* Required Field
A Sonatural faz parte do Grupo GL,SA