A banana é um fruto bacáceo, de forma longa e curva, com casca amarela quando maduro, produzido pela bananeira. A bananeira é uma plana herbácea, não sendo uma árvore, apesar do seu tamanho. Pertence à família Musa Sapientum.


A palavra banana é originária das línguas serra-leonesa e liberiana (costa ocidental da África), a qual foi simplesmente incorporada pelos portugueses à sua língua. Não se pode indicar com exatidão a origem da bananeira, pois ela perde-se na mitologia grega e indiana. Atualmente, admite-se que seja oriunda do Oriente, do sul da China ou da Indochina. Há referências da sua presença na Índia, na Malásia e nas Filipinas, onde tem sido cultivada há mais de 4 mil anos. As sementes das bananeiras primitivas, que eram férteis, teriam tido 2 cm. Atualmente, em geral, são estéreis e apresentam-se como pequenos pontos escuros, localizados no eixo central da fruta.


Além de potássio (que ajuda a baixar a pressão arterial), possui: cálcio; vitaminas A, C (ambas geram energia), B1, B2, B6 e B12 (que acalmam o sistema nervoso); magnésio; ferro, que estimula a produção de hemoglobinas, ajudando quem sofre de anemia; ácido fólico; açúcares naturais (sacarose, frutose e glicose que, com a junção das fibras, também geram energia); triptofanato, que produz a serotonina que relaxa e deixa a pessoa bem-humorada; inulina, uma substância que contém bactérias que ajudam na digestão. Para lá disso, reduz os efeitos da nicotina, ajuda a normalizar os batimentos cardíacos, ameniza as dores do estômago, combate o cansaço, prolonga a sensação de saciedade depois de comida e combate às insónias.


A palavra banana é originária das línguas serra-leonesa e liberiana (costa ocidental da África), a qual foi simplesmente incorporada pelos portugueses à sua língua. Não se pode indicar com exatidão a origem da bananeira, pois ela perde-se na mitologia grega e indiana. Atualmente, admite-se que seja oriunda do Oriente, do sul da China ou da Indochina. Há referências da sua presença na Índia, na Malásia e nas Filipinas, onde tem sido cultivada há mais de 4 mil anos. As sementes das bananeiras primitivas, que eram férteis, teriam tido 2 cm. Atualmente, em geral, são estéreis e apresentam-se como pequenos pontos escuros, localizados no eixo central da fruta.


Leave a Reply

* Required Field
A Sonatural faz parte do Grupo GL,SA